Com previsão de inverno ameno, Circuito das Águas projeta temporada mais atrativa para as famílias
Previsão do Tempo
Com previsão de inverno ameno, Circuito das Águas projeta temporada mais atrativa para as famílias
Projeção do Cepagri indica estação com mínimas de 9ºC e pouca chuva. Polo turístico destaca que condição climática favorece viagens com crianças. Estâncias esperam 2,5 milhões de turistas até julho.

Com previsão de um inverno com temperaturas amenas e pouca chuva, o Circuito das Águas Paulista projeta uma temporada favorável às famílias neste ano. São esperados 2,5 milhões de turistas nas nove cidades que compõem o polo turístico, entre junho e julho. De acordo com o Cepagri, da Unicamp, as projeções são de uma estação dentro da normalidade, sem frio extremo, com mínimas de até 9ºC.

"O clima ameno favorece as viagens, principalmente com crianças, e os passeios pelos pontos turísticos das cidades, que estão bem preparadas para receber as famílias. Não é todo mundo que aprecia um frio rigoroso", destaca Edson Rodrigo, presidente do Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento do Polo Turístico.

Rodrigo reforça que a região é propícia, por exemplo, para a compra de malhas, couro, porcelana, artesanato, entre outros produtos, além de passeios por fazendas centenárias e prática dos esportes de aventura, rurais e motorizados.

Fazem parte do Circuito os municípios de Águas de Lindoia (SP), Amparo (SP), Holambra (SP), Jaguariúna (SP), Lindoia (SP), Monte Alegre do Sul (SP), Pedreira (SP), Serra Negra (SP) e Socorro (SP).


'Zona de normalidade'

A meteorologista Ana Ávila, do Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas a Agricultura (Cepagri), da Unicamp, explica que o inverno de 2018 está dentro da "zona de normalidade".

"A temperatura média terá uma máxima de até 25ºC e mínima de 12ºC, com diferenciais que podem chegar até 3ºC a menos nas regiões serranas", diz.

Assim, a média em cidades como Monte Alegre do Sul, Serra Negra, Lindoia, Águas de Lindoia e Socorro deve variar entre 22ºC e 9ºC.

Apesar da projeção, eventualmente os termômetros podem se aproximar de zero grau em serras e planaltos do interior do estado durante o inverno.

"Previsões são em média para o período, o que não descarta a ocorrência de dias isolados com registro de temperaturas mínimas extremas”, diz nota do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), do Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Meteorologistas explicam que, com o fim do La Niña, o mar do Pacífico Equatorial, onde acontece o fenômeno, entra em um período de neutralidade e mesmo com o La Niña em ocorrência, não seria suficiente para provocar frio intenso.

Algumas precipitações deverão ser registradas ao longo do trimestre e isso pode provocar a queda de temperatura em curtos períodos, indicam os meteorologistas.

Fonte: G1 Campinas e região

Voltar

Acesso Rápido

Localização e Contato

CEPAGRI
Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura

Cidade Universitária "Zeferino Vaz"
Campinas/SP
13083-970
(19)3521-2462


Redes sociais

Contate o Portal do Cepagri