Estiagem completa 42 dias em Campinas e julho pode ser o mais seco desde 2008, diz Cepagri
Estiagem
Estiagem completa 42 dias em Campinas e julho pode ser o mais seco desde 2008, diz Cepagri
Não chove desde 14 de junho na cidade e previsão é de dias sem precipitações até o mês que vem

A estiagem em Campinas (SP) completa 42 dias nesta quarta-feira (26) e julho pode fechar sem uma gota d'água pela primeira vez desde 2008, segundo dados do Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (Cepagri) da Unicamp.

De acordo com a pesquisadora Priscila Coltri, do Cepagri, a última chuva registrada na cidade ocorreu no dia 14 de junho, com 3.3 milímetros captados pelo sistema da Unicamp.

E segundo a pesquisadora, não há previsão de chuva na cidade nos próximos sete dias. A média para este mês no município é de 43,3 milímetros.

Desde 2008, o mês de julho menos chuvoso foi 2016, quando a precipitação registrada foi de 2,03 milímetros. O mais chuvoso foi 2009, quando os números do arquivo do Cepagri apontam 96,77 milímetros.

O que o Cepagri diz sobre o tempo nesta semana

De acordo com os meteorologistas do Cepagri, entre esta quarta e quinta-feira (27), o tempo ficará estável com sol em Campinas e região. Os modelos numéricos não indicam chuvas generalizadas ou contínuas nos próximos sete dias.

Na quinta-feira pela manhã podem ocorrer nevoeiros nas áreas de baixadas e perto de rios e lagos. A umidade relativa do ar deve permanecer abaixo dos 30% no período da tarde.

Fonte: G1 CAMPINAS E REGIÃO

Voltar

Acesso Rápido

Localização e Contato

CEPAGRI
Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura

Cidade Universitária "Zeferino Vaz"
Campinas/SP
13083-970
(19)3521-2462


Redes sociais

Contate o Portal do Cepagri