Chuva acumulada em Campinas atinge 79% da média histórica para setembro
Previsão do Tempo
Chuva acumulada em Campinas atinge 79% da média histórica para setembro
Apesar de registro abaixo do esperado, volume de 50,4 mm ficou acima do mesmo mês em 2017 e 2016

O volume de chuva acumulada em Campinas (SP) durante setembro deste ano atingiu 79% do esperado de acordo com a média histórica para o mês. O Centro de Pesquisas Meteorológicas da Unicamp (Cepagri) informou que a soma resultou em 50,4 milímetros de chuva. O total projetado era de 63,7 milímetros.

Ana Ávila, pesquisadora do Cepagri, afirma que o resultado ficou abaixo da expectativa porque as frentes frias atuaram na região, porém com menor atividade de chuva. "A gente teve um agosto bastante acima da média, mas setembro voltou a cair".

Segundo a pesquisadora, a tendência agora é que o volume de água pluvial comece a subir. "Em termos de climatologia, a gente tem um mês de outubro já com maior volume de chuvas. A expectativa é que aumente um pouco mais, assim como em novembro e dezembro", explica.

Apesar de ter ficado abaixo da média histórica, setembro de 2018 teve um volume de chuva acima do mesmo mês de anos anteriores, quando foram registrados 13 milímetros em 2017 e 30 milímetros, em 2016.

Dia mais quente do ano

Dia 24 de setembro foi o mais quente deste ano em Campinas. Os termômetros marcaram 34,3ºC e a umidade relativa do ar chegou a 16%, colocando a cidade em estado de alerta.

Fonte: G1 Campinas e Região

Voltar

Acesso Rápido

Localização e Contato

CEPAGRI
Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura

Cidade Universitária "Zeferino Vaz"
Campinas/SP
13083-970
(19)3521-2462


Redes sociais

Contate o Portal do Cepagri